Principais Notícias

24 de Dezembro de 2018 às 16:06

UM BALANÇO DE 2018


O ano está finalizando e com ele precisamos fazer uma avaliação e análise de tudo que passamos ao longo de 2018, ano em que foi travada uma batalha a fim de garantirmos os direitos já conquistados a duras penas ao longo de muitos anos de luta e de história do movimento de trabalhadores(as).

Iniciamos o ano vindo de um golpe sofrido pela classe trabalhadora, no final do ano anterior, com a aprovação da reforma trabalhista, ao qual reduziu a pó a nossa CLT, mas que não afetou a garra e a determinação para lutarmos ao longo de 2018.

Nós do SINTECT-MS iniciamos este ano realizando setoriais e assembleias em vários municípios do interior e na capital, para eleição de delegados(as) para o nosso congresso, o  VII CETECT (Congresso Estadual de Trabalhadores nos Correios de MS0 que foi realizado nos dia 02 e 03 de fevereiro, e onde quase 100 delegados(as) participaram de um amplo debate, com formação política e sindical, e a construção da unidade e resistência  contra os planos de arrocho que viriam.

Em 12 de março a categoria enfrentou uma greve, que durou apenas 1 dia,  contra uma arbitrariedade que estava por acontecer em nosso plano de saúde, que foi a implementação de cobrança de mensalidade e aumento de coparticipação nos tratamentos. A greve não foi suficiente para sensibilizar o TST que julgou e implementou uma cobrança que vem deixando muitos trabalhadores sem condições de se manter no plano.  Mas muitos lutaram contra isso e por isso os parabenizamos.

Ao longo dos meses tivemos muitos enfrentamentos com um governo e uma gestão política devastadora, com nossa campanha salarial tendo novamente  intervenção do TST, porém conseguimos  manter  todos os benefícios mas com um reajuste  apenas com a inflação do período. Tivemos vários atos contra a reforma da previdência (que até o momento conseguimos barrar sua aprovação), muita precarização e descaso das gestões dos Correios, obrigando-nos a realizar denúncias no Ministério Público e ações judiciais (para se ter um simples serviço de limpeza em nossas unidades), ameaças de paralisações pontuais (como ocorrido no mês de outubro no CDD Corumbá).

Por fim um processo eleitoral que tivemos um candidato a deputado estadual pertencente ao quadro de funcionários em nosso estado, um carteiro,ativo nas lutas sociais e pertencente à diretoria do sindicato, que não conseguiu se eleger ,mas que ficamos felizes  e agradecidos pelos 2.160 votos confiados a ele por todos os(as) nosso(as) companheiros(as) dos Correios, familiares e amigos.

E com o processo eleitoral definido, é colocado em nossa empresa mais um presidente, um general, Srº Juarez Aparecido de Paula Cunha, que diz em seu discurso SER CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS , mas que não podemos esquecer que  o projeto eleito nas urnas defende “PRIVATIZAÇÃO IRRESTRITA”, ou seja, será que teremos queda de braço por ai?

Mas algo é certo, muitas lutas ainda virão e em 2019 com certeza estaremos prontos para enfrentá-las. Somos contra qualquer retirada de direito da classe trabalhadora, contra DDA, fechamento de nossas agências, redução de efetivo sem substituição, privatização, terceirização irrestrita, reforma da previdência e redução de direitos conquistados.

Boas festas, que o espírito do natal nos fortaleça ainda mais para estas lutas e que 2019 consigamos vencer nossas batalhas e nos manter em pé, firmes em nossa jornada.


 


Outras Notícias



Links Úteis


Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba novidades e informações sobre o SINTECT-MS.

Todos os direitos reservados a “sintectms” - Desenvolvido por Avalue Sistemas