Principais Notícias

7 de Dezembro de 2017 às 15:32

Serviço de telefonia foi interrompido por quase uma semana


   A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), Superintendência de Mato Grosso do Sul, teve o serviço de telefonia interrompido por quase uma semana, retornando ontem (6 de dezembro). Segundo informações extra-oficiais, mas partidas de dentro da empresa, o corte teria ocorrido por falta de pagamento.

  Para Elaine Regina Oliveira, presidente do SINTECT-MS, Sindicato dos Trabalhadores nos Correios de Mato Grosso do Sul, este é apenas mais um fato dentre outros decorrentes de problemas na gestão da estatal no estado, cuja indicação dos cargos de chefia estão nas mãos do PSD e do PMDB.

  Também por falta de planejamento de licitação a tempo, o contrato de serviço de limpeza das unidades dos Correios, que é terceirizado, está com problemas, causando grande acúmulo de sujeira nos setores de trabalho, inclusive dos banheiros, causando enormes transtornos aos funcionários. O fornecimento de materiais de limpeza e higiene (como papel higiênico) também está com problemas, obrigando muitas vezes com que os trabalhadores levem de casa.

  Recentemente o serviço de energia também foi suspenso pelo mesmo motivo: falta de pagamento. O sindicato protocolou denúncia junto ao Ministério do Trabalho local, solicitando fiscalização sobre as condições de trabalho nas unidades da empresa em Campo Grande. Segundo Elaine, o sindicato aponta sérios problemas na gestão, pois “dinheiro para pagar essas coisas básicas não deve faltar, então é problema da administração. A interferência política na empresa, em nível local assim como em nível nacional, tem acarretado o sucateamento dos Correios e isso chega a parecer premeditado para justificar a privatização”. Os Correios de Mato Grosso do Sul hoje está na órbita do PSD (Marquinhos Trad) e PMDB (Carlos Marun).

 


Outras Notícias



Links Úteis


Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba novidades e informações sobre o SINTECT-MS.

Todos os direitos reservados a “sintectms” - Desenvolvido por Avalue Sistemas